maio 28, 2012

40 anos do Autódromo de Luanda

Em 28 de maio de 1972 era inaugurado o Autódromo de Luanda, projetado pelo engenheiro brasileiro Ayrton Lolô Cornelsen.

Foto: MGV via Sanzalangola.com


 Foto: Francisco Lemos Ferreira / Clássicos na Pista


Autódromo de Luanda - 1971.
A caminho da utopia. O Autódromo de Luanda ganha forma e vai em breve tornar-se realidade. Será inaugurado em 1972. Pinto da Fonseca, António Peixinho e Rui Gonzaga Martins são os rostos visíveis desta enorme aventura.

Comentários: José Guedes


 
1972 - Em Luanda, no Clube Naval, com : Luís Franco-Bastos (Panáfrica), um casal de brasileiros, Emerson Fittipaldi e Maria Melena, Marianela, Renato Fraga, António Peixinho, Helena Cabreira e Henrique Cardão . Tratou-se da visita de Emerson Fittipaldi ao Autódromo de Luanda, ainda em construção .

Comentários: José Guedes 
 

1971 - Durante a construção

Coordenadas: -9.008211°  13.098603°
Foto de 2010

_____________________________

Excerto do folheto informativo de 1971, relativo ao projecto de Ayrton Cornelsen, cujo objectivo era criar em Luanda um dos melhores autódromos do mundo, na época: "As condições climáticas e o meio ambiente aliados às características específicas político económico-sociais, levaram a projetar a construção de um empreendimento com características ímpares em todo o mundo, composto de várias partes distintas mas que se integram harmonicamente num todo.O complexo turístico do Autódromo Internacional de Luanda compõe-se, além de outros, de três centros essenciais ao seu bem-estar: centro desportivo - centro comercial - centro residencial.

Centro desportivo: autódromo com cinco pistas para corridas e bancadas: torre de controle, boxes, apartamentos para pilotos, oficinas, administração, hospital e helioporto.

Centro comercial: aberto a todo o público, é servido por 40 lojas, que comercializarão os mais diversos artigos e produtos, dispondo ainda de restaurantes, boites, bares, casas de chá, cafés, bilhares, bowling, escolas de condução de aperfeiçoamento e desportivo centro de reunião, casas de câmbio e agências bancárias, uma churrasqueira tipicamente africana. motel com campos de jogos (tênis, vôlei, basquete, etc.) piscina e restaurante. o centro comercial terá ainda 2 parques de campismo, um drive-in (cinema ao ar livre para 300 viaturas) e um parque de estacionamento para 7.000 unidades.

Para apoio a todo este complexo desportivo-turístico, funcionará no piso térreo da parte posterior da bancada um centro comercial distribuído por lojas, com a área de 40 metros quadrados cada uma. Aí funcionarão os postos de venda que assegurem um apoio eficiente a todo o complexo. Com a possibilidade de transformar, ou melhor, adaptar estas 40 lojas a um verdadeiro SuperMercado, constituindo-se para a sua exploração uma sociedade anónima, cujo capital será subscrito para todos os interessados.

Centro residencial: tem cerca de 700 bungalows independentes entre si com o seu clube privativo - o clube do autódromo. o clube do autódromo é exclusivo para os residentes da nossa cidade e seus sócios efetivos. o nosso clube disporá de condições de excepção para servir os residenciais: parque de jogos diversos, zonas verdes, piscina, restaurantes, bares, boites, café, salas de jogos que funcionam em uma sede social de sonho! será o country club mais famoso de áfrica. O centro residencial é totalmente ajardinado com vias de acesso em empedrado, de sentido único, com indicativo das ruas, e iluminação própria. uma autêntica cidade tropical."




Mais sobre a construção do autódromo: Fundação Ayrton Lolô Cornelsen



2 comentários:

  1. Boa noite
    Gostaria de poder contactar Rui Gonzaga Martins, ex administrador do autodromo de Luanda.
    Agradecia que me enviassem o seu contacto para o seguinte email: iris_nuria@hotmail.com
    Muito agradecido Jose Fernando Teixeira Dias

    ResponderExcluir